quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-96: NOSSA HISTÓRIA - X (B)


ATA DA INSTALAÇÃO DA CAMARA MUNICIPAL DE DOURADO - 1952/1955

Aos primeiros dias do mez de Janeiro de 1952, nesta cidade de Dourado, em Salão Nobre da Prefeitura Municipal, onde se achava o Juiz de Direito da Comarca Dr. Miguel René da Fonseca Brasil, comigo escrivão do júri ad-hoc, servindo no impedimento ocasional do oficial interino nos termos do que dispõe o art. 24 da lei Nº1 de 18 de Setembro de 1947, modificado pelo art. 1º letra B, da lei Nº 1451, de 26 de Dezembro de 1951, último, instalou-se a Camara Municipal daquela cidade e município, tendo aquele Magistrado convocado os Vereadores eleitos no ultimo pleito de 14 de Outubro, que apresentaram seus diplomas pela ordem seguinte: DR. ARNALDO ZERAIK, FRANCISCO PINHANELLI NETO, BERNARDO PELAES DE ANGELO, JUVENAL DA SILVA BRAGA, LUIZ FOSCHINI, ANANIAS GONÇALVES DOS SANTOS, DR. FRANCISCO BORJA CARDOSO, DR. JOSÉ IGNACIO CAMARGO PENTEADO, BENEDICTO MODESTO DE ABREU, BRAZ PASQUALE e IZIDORO MUNHOZ. Após terem os mesmos prestados o compromisso do Regimento Interno da Camara, declarou o Dr. Juiz de Direito da Comarca, instalada a referida Camara e empossado os Vereadores aludidos presentes. Em seguida, perante a Camara Municipal ora empossada, foi tomado o compromisso do Prefeito eleito Snr. ELIAS MALUF (Baby). Procedeu-se a eleição da Camara, cujo resultado: Para presidente Dr. ARNALDO ZERAIK com seis votos; para vice-presidente FRANCISCO PINHANELLI NETO, com 6 votos; para 1º secretário, JUVENAL DA SILVA BRAGA, com seis votos e BERNARDO PELAES DE ANGELO também com 6 votos. Comissão de Higiene e etc.: Presidente Luiz Foschini, seis votos; Francisco Pinhanelli Neto, com 6 votos; Bernardo Pelaes de Angelo, com 6 votos. Comissão de Justiça: Presidente: Francisco Pinhanelli Neto, com 6 votos; Luiz Foschini, com 6 votos; Ananias Gonçalves dos Santos, com 6 votos. Comissão de Finanças: Presidente Bernardo Pelaes de Angelo, 5 votos; Ananias Gonaçlves dos Santos, 5 votos; Francisco Pinhanelli Neto, 6 votos, tendo 2 votos em branco. Também neste ato foi tomado o compromisso do Vice-Prefeito Snr. EDMAR MONTEIRO. Falaram durante a solenidade o Dr. Juiz de Direito, abrindo a sessão de instalação da respectiva e mais os snrs. Adelino de Franco e Francisco Pinhanelli Neto. Nada mais havendo foi encerrada com as formalidades legaes. Eu, (ass. ilegível) escrivão ad-hoc que escrevi.
(ass.) DR. MIGUEL RENÉ DA FONSECA BRASIL, DR. ARNALDO ZERAIK, FRANCISCO PINHANELLI NETO, BERNARDO PELAES DE ANGELO, JUVENAL DA SILVA BRAGA, LUIZ FOSCHINI, ANANIAS GONÇALVES DOS SANTOS, IZIDORO MUNHOZ, BRAZ PASQUALE, JOSÉ IGNACIO CAMARGO PENTEADO, ELIAS MALUF, EDMAR MONTEIRO, JOSÉ MARCELLINO DOS SANTOS, JOSÉ MONTEIRO NOVO, ALFREDO GONÇALVES, MARIA MALUF.
 
Livro de Atas Nº 2 - Fls.40 - C.M.DOURADO
-§§§§§§-
 
QUADRIÊNIO 1952/1955
 
1952: Presidente: DR. ARNALDO ZERAIK
          Vice-Presidente: FRANCISCO PINHANELLI NETO
          1º Secretário: JUVENAL DA SILVA BRAGA
 
1953: Presidente: DR. ARNALDO ZERAIK
          Vice-Presidente: FRANCISCO PINHANELLI NETO
          1º Secretario: ANANIAS GONÇALVES DOS SANTOS
 
1954: Presidente: FRANCISCO PINHANELLI NETO
          Vice-Presidente: IZIDORO MUNHOZ
          1º Secretário: JUVENAL DA SILVA BRAGA
 
1955: Presidente: IZIDORO MUNHOZ
          Vice-Presidente: DR. JOSÉ IGNACIO DE CAMARGO PENTEADO
          1º Secretário: JOSÉ COLAGROSSI
 
 


























 

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-95: JOÃO JACOB KLAIN - III


CACHORRO NA RUA
 
Cidade boa é que moro
Mesmo que nela não nasci
Mas quanto amigo e companheiro
Foi que encontrei aqui
Só me "empertuba" é uma coisa
Que assim inda não vi
É o tropé de cachorro na rua
Que anda daqui pra li
Isso é de quando anoitece
E a todo mundo aborrece
E vai até o sol saí
 
Eu falo pura verdade
Não preciso de menti
Quando um pega uivá
Outros dão pra lati
É aquele baruião danado
Não deixa a gente dormi
Vô mandá pra cantador de radio
Estes versos que eu mesmo fiz
Pra ser cantado pro Brasil inteiro
Exemplo pra os donos dos cães ouvi
 
Quando é de madrugadinha
Na hora de ir comprá o pão
A gente precisa sair armado
Nem que seja de um bastão
Cachorro vem canela
Outro vem no garrão
O dono que tá ouvindo
Não dá menor satisfação
Pela ignorância diz pra família
"Me orgulha o ronco do fila
Veja quanto esse cachorro é bão"
 
Os homens da Prefeitura
Tem paciência de Jó
Podendo acabar com tudo
Mas pra isso eles tem dó
Procuram fechar os olhos
Pra não tornar a ser pior
Eles fazem algumas derrica
Em ocasião de forrobodó
Quem achá que isso é conforto
Ter cachorro bravo sorto
Vá morá nos cafundó.
 
 

 
Autor: JOÃO JACOB KLAIN
Obra: POEMAS
Edição: Setor Cultural UFSCAR
Ano: 1.987  

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-94: HEBDOMADÁRIO DOURADENSE - VI


O   P R O G R E S S O
Critico, Humoristico, Litterário e Noticioso  <>  Propriedade de Jesuíno Buzembai
ANNO 1     |      DOURADO, 15 DE MAIO DE 1919    |       N.4
 
AS LAMPADAS NITROGENICAS
Quem haja que não goste de luz, luz e mais luz.
É sobre este magno assumpto que vimos de falar pela primeira vez fundamentando a insufficiencia desse conforto, em uma de nossas praças.
Esse serviço que está affecto a administração e fiscalização de nossa municipalidade, não deixa, em parte escapar um pouco ao communismo, que não deve existir quando se tem em mãos, os meios para fazel-o desapparecer.
O nosso jardim publico em frente a matriz nova, único ponto de nossas retretas domingueiras, resente-se, pela sua illuminação de ser distinguido pelo senhor prefeito mui solicito em se tratando de justas reclamações de natureza como é a que ora lha dirigimos. As lâmpadas ali installadas de alta potencia, já cahiram de uzo devido a sua pouca intensidade de brilho e com a particularidade. ainda a mais, de um pouco tempo, perder 80% de sua potencidade. 
A substituição das mesmas pelas modernas lâmpadas nitrogenicas de igual quantidade de vellas ou mesmo de mais, seria um acertado passo da nossa Prefeiura com a interferência de não precisar modificar a verba para esse fim, destinada nos orçamentos municipaes, pois, ellas são de muita economia.
Ahi fica pois registrada, a nossa lembrança em nome do Povo e da própria operosidade de nossa Camara, para, muito breve, vermos mais esse melhoramento.
_____________________________________________________________________________
 
Linhas para cosêr, bordar e para crochet macramé, brilhante, em meadas e novellos.
Vende-se a preços módicos no BAZAR AMERICANO de H.MONTANO
_____________________________________________________________________________

- FOOT-BALL -
Terça feira 13 do corrente feriu se um impolgante match de foot ball entre o OPERARIO CLUB desta cidade com o SPORT CLUB da visinha cidade de Ribeirão Bonito.
Os nossos visitantes e adversários, que, pelo trem da tarde foram condignamente recebidos e hospedados na acredictada PENSÃO BRANDÃO, não foram felizes,
As 4 1/2 horas da tarde precizamente deu se o inicio do jogo ante uma numerosa assistência de Exmas. famílias e populares que ansiosos esperavam o resultado do jogo.
Os nossos valentes adversários é digno de todos os ecomios.
Na sua primeira arremetida deu-nos a ideia de sahirem victoriosos, porem, os nossos playeres passados os primeiros momentos de comoção, que, quase sempre acontece, quando tem de medirem as suas forças, ficaram logo sem perca de tempo, senhores do campo e da tática até o final da esperada partida.
O resultado do jogo que nos deu a palma da victoria foi o seguinte:
Dourado, no primeiro tempo 1 goal.
R. Bonito, 0.
Dourado no segundo tempo: 1 goal.
R. Bonito, 0.
Como sempre acontece em as occasiões de festa deste gênero a petisada e algum elemento isolado subtrair os preconceitos de cevilisação que não estão no pensamento da maioria da população, os nossos visitantes não levarão em conta no que lhes poderiam ter desagradado.

QUEIXAS
Ao Senhor presidente do Club dos Operários participamos que quando houver necessidade de escolher um juiz para o campo, e, de todo necessário que a escolha recaia em pessoa que conheça perfeitamente todas as regras do jogo e que seja bastante justa. Porque, do contrario, torna-se uma verdadeira marafunda todo o campo. O juiz desconhece as mais elementares regras do jogo, começa a falar no campo, o que todo o mundo sabe, é cousa contra a regra do jogo e que não deixa de pertubar  o bom andamento do mesmo.
Os jogadores é que devem fazer os seus passes.
E farão tanto melhor quanto maior for o exercício que tiverem e quanto maior for a combinação entre os jogos dos diversos membros que compõe uma facção.
Tres goal foram feitos por meios lícitos e regulares, mas um diz-nos a nossa consciência que não podemos collocar na nossa caderneta.
E te saluto Caro Jovanne Presidente e Adio
CAPORETO
___________________________________________________________________________
  Bebam só TUPY
---------------------------------------------------------------------------------
MARCENARIA DOURADENSE - CAMILLO DE FRANCISCO
Nesta importante e bem montada marcenaria, com peritos officiaes, apromptam-se todo e qualquer 
serviço concernente à arte.  Trabalho de luxo e por preços módicos.
Rua Santos Dumont - DOURADO   
_____________________________________________________
NOTAS E INFORMAÇÕES
- Esteve nesta cidade o snr. ADOLPHO M. ALVES abastado lavrador neste município.
- Em visita a sua propriedade agrícola passou por esta cidade embarcando segunda-feira próxima passada para São Carlos o capitão DELFINO MARTINS DE C. PENTEADO.
- Regressou de Ponte Alta onde fora em visita a seus parentes o snr. JOSÉ DE ARRUDA PENTEADO.
- De Rio Claro onde estivera a passeio regressou a semana passada o snr. BRAZILIO MACHADO.
- A serviço de sua profissão esteve nesta cidade a semana passada o distincto advogado snr. DR. AURELIO NEVES, muito estimado em nossa comarca.
- Embarcou com destino a Piracicaba o snr. JOÃO DE O. BORGES FILHO m.d. administrador da fazenda Santa Eliza, situada neste município e propriedade do snr. JOÃO DE O. BORGES.
- Esteve nesta cidade o snr. FRANCISCO M. BONILHA lavrador neste município.
- Mudar-se-á brevemente desta cidade para Santo Antônio da Figueira o snr. EUGENIO PEREIRA proprietário da acreditada PADARIA FRANCEZA.
 Ao que nos consta o snr . Eugenio Pereira vendeu a sua acreditada padaria ao snr. DIDINIO MENDONÇA e entregal-a-á no fim do corrente mez.
- A partida inaugural do "Club Litterario e Recreativo" a realizar-se em 13 do corrente, foi transferida devido ao infausto passamento do prof. Ramiro Braga, muito estimado em nosso meio. 
- Na ultima sessão ordinária da Camara Municipal foi discutido o pedido de um auxilio para a creação de um externato em nossa cidade. Sendo mesmo aprovado mas não averbado. 
- O snr. ANTONIO DE FRANCO não obteve ainda solução alguma a respeito da petição que fizera, aliaz muito justa, à nossa Camara Municipal: Pede o snr. De Franco uma indenização pelo facto de haver no dia 10 de Março occasionado a roptura de uma caldeira na sua fabrica de cerveja o fechamento brusco e sem o prévio e necessário avizo pelos encarregados de nos fornecerem o precioso liquido, que deixaram de um momento para outro em completa falta d'agua, quando é necessário que a população seja avisada para que tome as devidas providencias.
_____________________________________________________________________________

ATTENÇÃO - PHARMACIA SANTA MARIA - Attende a qualquer hora do dia ou da noite.
Dispõe de optimo sortimento de drogas, produtos chimicos e pharmaceuticos.
É A MAIS BARATEIRA - Dirigida pelo seu proprietário -
PHARMACEUTICO MARCILIO A. PENTEADO
_____________________________________________________________________________

O PROGRESSO - N.4-ANO 1 -DOURADO, 15 DE MAIO DE 1919
ARQUIVO: CASA DOS PAPÉIS

 
 
 
 
 

domingo, 11 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-93: CARNAVAL 1.968


COMO FOI O CARNAVAL DOURADENSE - 1968

Como já estava previsto, o carnaval deste ano esteve muito equiparado ao do ano que passou, chegando até a ser melhor.
Isto, porque já é tradicional, em nossa cidade os festejos monísticos, chegando a se tornar uma atração turística, pois grande é o numero de visitantes que aqui comparecem, vindo das mais diferentes cidades, trazendo a lembrança de um carnaval que eles já passaram em nossa cidade, ou então prevendo a fama que ostenta nosso carnaval.
De inicio o carnaval não estava tão animado como no ano anterior, pois não havia as disputas entre "OS COBRAS" e "OS BONS", que animaram consideravelmente o carnaval do ano passado.
Mas, graças a alguns bilhetinhos, "botando fogo" nos blocos, o carnaval douradense ganhou novamente sua animação com as disputas entre "OS BONS" e "OS COBRAS".
Deve salientar-se a participação dos blocos: "ALEGRIA-ALEGRIA", dos "COROAS", e da "SAFRA 68", que juntamente com os demais foliões, animaram o carnaval douradense. 
O DOURADO CLUBE, apresentou-se completamente remodelado, parecendo àqueles que há tempos aqui não vinham, um clube novo, e não aquele velho Dourado Clube dos anos passados.
As quatro noites de carnaval transcorreram num clima normal, sem agitações, graças ao bom trabalho de fiscalização da policia local, e graças também ao espirito esportivo daqueles que aqui vem, pensando somente em se divertir.
No ultimo dia, logo ao entardecer, saiu das proximidades do Dourado Clube o corso, comandado pelo incansável "FLECHA" (ANTONINHO), que já se tornou admirador do nosso carnaval; e é admirado por todos pelo seu espirito carnavalesco. além do "FLECHA" o corso contou com a participação do bloco dos "BONS" e grande numero de foliões, como também o REI e RAINHA DO CARNAVAL.
 
FLECHA, OS POSITIVOS(TANAKA) E O POVO
 
A Prefeitura Municipal também colaborou com o corso, cedendo seus veículos.
O organizador do carnaval de rua foi o Sr. NIVELE DAU, a quem fazemos nossos agradecimentos.
Na ultima noite, foi realizado o concurso de blocos, fantasias individuais, foliões, etc.
As taças e medalhas para o citado concurso, foram gentilmente cedidos pelo Sr. WALDEMAR DOS SANTOS; o troféu ofertado pelo jovem EDSON MACARI, residente em São Paulo.
Os prêmios foram assim distribuídos:
Folião Fracassado: Sr. WALDEMAR DOS SANTOS (Vila Seca).
Ao "FLECHA", foi conferido um troféu, em mostra de sua animação no corso e nas duas noites que aqui passou.
JORGE LUIZ VERNAGLIA (Jundiaí) e MARIA OTILIAS (São Paulo)foram premiados como os maiores animadores individuais do carnaval de 68, e ao nosso ver o premio foi merecidíssimo. Ao JORGE e a MARIA OTILIA os nossos parabéns pelos grandes amigos e foliões que são.
Dr. LÉO DE AZEVEDO (Araraquara) foi premiado como o "Folião Cansado", e seu premio foi uma muleta.
As medalhas foram assim distribuídas:
BLOCO "SAFRA 68" - foliões do futuro
BLOCO "OS BONS" - pela participação no corso
ANGELICA (Araraquara) - Fantasia
TANIA - Animação
ZELÃO e CAROLINA - Casal folião
ANA MARIA - Elegância
CECILIA - Fantasia
REI MOMO
As taças conferidas aos blocos foram assim distribuídas:
COROAS ORIENTAIS - Tradicional
OS BONS - Animação
ALEGRIA-ALEGRIA - Originalidade
OS COBRAS - Luxo
O melhor premio coube ao bloco que melhor se apresentou, portanto estão de parabéns "OS COBRAS".
Devemos salientar a participação dos blocos:
"AS MARGARIDAS", "OS HAVAIANOS", "OS FARAÓS", "EVOLUÇÃO DO CARNAVAL", e outros.
Na matiné os brindes foram assim distribuídos:
MAGDA GIUDICISSI - Princesa Izabel
CRISTINA PANZA - Rainha das Tulipas
BANCO NOVO MUNDO  e SOLANGE - Os Índios
FAMILIA MALHEIRO - Margaridas.
Assim foi nosso carnaval, e assim será através dos anos, pois, nós sempre recebemos os visitantes de braços abertos; e por esse motivo que nosso carnaval é dos melhores.
 
JORNAL DE DOURADO - NUM.264-ANO VI-DOMINGO, 3 DE MARÇO DE 1968
-§§§§§§-
 
ECOS DO CARNAVAL DE 68
 
Dado ao extraordinário sucesso que nestes dois últimos anos vem alcançando o Carnaval nesta cidade de Dourado, novamente vamos fazer um rápido comentário sobre a grande festa de Momo. O Dourado Clube que é o comandante destes festejos nesta cidade, organizou quatro bailes e dois matines dançantes em sua sede social que alcançou retumbante sucesso, tendo ainda promovido o Corso na terça-feira gorda pelas ruas da cidade, que contou com o organizado Sr. NIVELE DAU, com a colaboração da Prefeitura Municipal de Dourado e como o povo em geral. Os sucessos musicais carnavalescos estiveram a cargo do conjunto animador "OS POSITIVOS", que tanto no salão de baile como no Corso pelas ruas , se apresentou magnificamente.
Contando mais uma vez neste ano com o "INDIO" (Sr. Antônio di Santis)tivemos ainda maior relevo nas festividades carnavalescas. O Rei Momo tradicional de nosso Carnaval ( Sr. CLAUDIO TAVANO), esteve presente também em todos os momentos e coube ao mesmo fazer a distribuição das taças, troféus e medalhas aos vencedores pelas melhores fantasias, animação e luxuosidade.
Vários blocos se apresentaram e lindas fantasias desfilaram durantes os Bailes e Corso, numa demonstração eloquente de que o povo douradense ratificou os boletins distribuídos pelo Dourado Clube nas vésperas do Carnaval "MOSTRE QUE VOCE É DOURADENSE PRESTIGIANDO O CARNAVEL DE SUA TERRA".
O Dourado Clube artística e ricamente ornamentado pela equipe DAMIÃO MUNHOZ  e TITO VERNALIA, ficou explendoroso, dando um ar de alegria a todos que ali chegavam.
Foi de fato um Carnaval inesquecível e ainda segundo soubemos a Diretoria do Dourado Clube já pensa em organizar para 1969, algo de maior alcance para elevar cada vez mais o bom nome de DOURADO.
Venham todos, Douradenses e Visitantes passar junto o Carnaval de 1969, que será sem duvida alguma o maior até aqui realizado.
 
JORNAL DE DOURADO-NUM.265-ANO VI-DOMINGO, 10 DE MARÇO DE 1968
 
Em pé da E/D: ZÉ AFONSO, RENÊ MUNHOZ, RUI BERTUCCI, GALVÃO, NEWTON JACOBUCCI, NENÊ DO CARTÓRIO,JOÃO TOLENTINO, CARLOS TUCAIA e EDSON JUSTI.
Agachados da E/D: TONINHO SPERANZA, LUCIANO CARLI, EDSON BOSCHI, MILTINHO MILHARCIX, ANGELO DONATO  e HEITORZINHO PELAES. (Foto:Rui Bertucci)
 
 
 
 
 

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-92: O ORIENTADOR Nº4

ÍNTEGRA DO DISCURSO PROFERIDO POR OCASIÃO DA SOLENIDADE DE POSSE DA DIRETORIA ELEITA DO CLUBE DE CONVERSAÇÃO DE INGLÊS.
 
CELENE POLI - ALUNA DA 4ª SÉRIE
 
Em nome da Diretoria eleita empossada do CLUBE DE INGLÊS, agradeço a todos que contribuíram com seu voto, para eleger esta chapa já vitoriosa. Sentimo-nos orgulhosos em continuar com este CLUBE que tem por objetivo único difundir entre todos os alunos o gosto por esta língua tão bela, e proporcionar ao estudante douradense um aprendizado mais sólido e efetivo dessa língua tão útil e tão necessária hoje em dia.
Assim é que o CLUBE DE CONVERSAÇÃO DA CADEIRA DE INGLÊS envidará todos os esforços para que através de reuniões quinzenais, de conferencias, de debates, de filmes, de discos, com Biblioteca especializada, de excursões, de correspondência com os EE.UU. e INGLATERRA, todos possam aproveitar, e muito, no aprendizado da língua inglesa.
É um língua mundialmente conhecida, e é usada em quase todos os países, porisso hoje em dia é considerada uma língua universal.
É por seu intermédio que se entendem as pessoas das mais variadas raças, países e crenças.
Nós sabemos que os norte-americanos estão em contínua ascensão, porisso, para podermos acompanha-los neste progresso, é necessário que conheçamos a sua língua.
Assim prometo em nome desta Diretoria cumprir com o maior prazer, a todos os regulamentos desse CLUBE, e fazer tudo para que o nosso vocabulário de língua inglesa aumente cada vez mais.
 
- §§§§§§-
 
A LÍNGUA INGLESA
 
MOACYR PENTEADO TOLEDO JR. - ALUNO DA 2ª SÉRIE
 
Indagado por alguém se eu gosto de aprender algum idioma estrangeiro, respondi que sim, muito especialmente a língua inglesa.
Não posso esquecer que esse idioma dia a dia vem se tornando um idioma de uso internacional.
O grande progresso dos EE.UU. da América do Norte foi o fator dessa grande propagação do idioma "Shakespeareano".
O cinema sonoro, essa maravilha, uma das grandes conquistas do gênero humano, tem um grande papel na divulgação do conhecimento da língua inglesa entre os povos. O cinema, esse divertimento popular, fez despertar em mim o gosto pela língua inglesa.
E quando entrei para o Ginásio as minhas simpatias se voltaram para o aprendizado do idioma anglo-saxônico.
Se o conhecimento da língua prática nos abre a porta para adquirirmos todo e qualquer outro conhecimento cientifico, o Inglês sendo uma língua falada e escrita pela maioria dos habitantes do Universo, o seu conhecimento nos dá a possibilidade de conhecermos os usos e costumes, as histórias de outros povos que eram ignorados em nossa literatura.
Por isso mesmo, como estou com grande vontade de conhecer algo mais além de nossas fronteiras, com afinco estou estudando a língua inglesa, a qual muito aprecio e espero no término de seu curso ginasial conhece-la com certa profundidade.

-§§§§§§-
 
ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O INGLÊS

PEDRO GOMES DA SILVA - ALUNO DA 2ª SÉRIE

Há muito tempo venho ensaiando para exprimir a minha simpatia pela língua inglesa.
Aproveitando o ensejo que nos foi proporcionado tomo a liberdade de exprimir porque gosto da língua inglesa.
Acho que a referida língua, é indiscutivelmente proveitosa a todos os estudantes quer de Ginásios, quer de Colégios, quer de Escolas Normais etc.
Esse idioma de há muito deixou de ser uma língua tão somente falada pelo povo anglo-saxônico e homens de negócios.
O cinema como veiculo extraordinário de propaganda fez com que o idioma de Bernard Shaw se tornasse uma língua propagada em todo o universo.
Óra minha cara mestra, eu como um ser dessa comunidade universal também me interessei, através do cinema, principalmente, de aprender  o idioma Inglês e desde então tomei gosto pelo seu aprendizado.
Não só como espectador do cinema, mas, como um estudante do curso secundário, é que gôsto de aprender esse idioma me veio.
Acho que para se aprender com base a história de um país, necessário se torna conhecermos seus grande homens. através de suas obras escritas no idioma de sua pátria.
As traduções muitas vezes são feitas apressadamente, com finalidade puramente comercial, e assim não podemos confiar demasiadamente nelas.
Dai uma outra razão por que foi que eu gostei, ou melhor, tomei gosto pelo idioma das Ilhas Britânicas. Aprecio ler as obras dos grandes escritores no seu próprio texto, e para isso necessário se torna que eu aprenda bem a língua inglesa, do que, de fato, estou gostando muito.

-§§§§§§-
 
O DESENVOLVIMENTO DO ENSINO NA GRÃ-BRETANHA

MARCOS MARQUES COSTA - ALUNO DA 3ª SÉRIE

Bede foi o pai da história inglesa e o Rei Alfredo traduziu Bede do latim para o inglês.
Em Wantage a primeira "Public School" foi por ele fundada, para ensinar os filhos dos nobres e então prepara-los para os serviços públicos.
É muito difícil sabermos quem falava inglês ou francês nos tempos medievais, na Grã-Bretanha.
Certamente as classes dirigentes falavam o francês.
Vida medieval significava vida corporativa no feudo, no comércio, na Universidade.
Assim desenvolveu-se o grande espirito do ensino acima de tudo.
Nesse século os frades viviam entre o povo, a pregar, como fizeram muito depois os puritanos.
Começou a fundação de colégios que até hoje existem em grande numero. Grandes vultos apareceram como os Drs. Birkbek e Arnold, mais tarde o famoso William Forster.
Desde 1888 é que existem os Conselhos Municipais, e finalmente em 1918 Mr. Fisher, o mais famoso de todos os Presidentes do Conselho de Educação, empreendeu uma série de importantíssimas reformas e tornou a instrução obrigatória, sem exceções, até a idade de quatorze anos.

-§§§§§§-
 
CHARLESTON

DARCY DONATO NUCCI - ALUNO DA 4ª SÉRIE

Picturesque and exótico, the city of Charleston, South Carolina, exercises a fascination on its inhabitants, that amounts to a cult.
Na excelente seaport, Charleston had to defend itself against the Spanish, the French, the Bristih  and of course, the Union forces. Ricé originally made Charleston. It brought prosperity to the planters and dictated their policies. Few social circles anywhere have been more jealously guarded than that of the descendants of the planter.

-§§§§§§-
 
MANCHESTER

EDSON JOSÉ BORSETTI - ALUNO DA 4ª SÉRIE

Manchesteris a city in England. Manchester is a famous industrial city in England. It is one of the most important cities in the world.
There are a lot of factories im Manchester. Mem and women work in those factories. Manchester is the chief industrial city in England.

-§§§§§§-

O ORIENTADOR-Nº4-ANO II-DOURADO, 15 DE SETEMBRO DE 1956
ARQUIVO: CASA DOS PAPÉIS





 

sábado, 3 de fevereiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-91: O ESTUDANTE COLABORA - VIII


J U V E N T U D E

A juventude é a coisa mais bonita que existe.
Quando a gente reúne-se com os companheiros, o assunto gira em torno de tudo que ocorre no mundo.
Mas o maior problema é a escola, os professores, a matéria.
Todo jovem tem sua namoradinha mas tudo não deixa de ser passatempo, pois nossa maior preocupação é nosso estudo.
Filmes também fazem parte do nosso assunto, e os artistas prediletos, as discussões.
Passamos algumas horas no Nosso Clube, jogando pingue-pongue, ou ouvindo discos, e discutindo os melhores cantores e as melhores musicas.
A juventude é vibrante, alegre e sabe unir o útil ao agradável.
E podem estar certos se sabemos brincar, aproveitar, estaremos prontos para lutar como homens se um dia o Brasil precisar.
Essa é a juventude de hoje.
 
MARCIO GIUDICISSI
Coordenação da Prof.ª MARIA APARECIDA VALENTE, cadeira de Português da ENGED
JORNAL DE DOURADO-Nº376-ANO VII-DOMINGO, 26 DE MAIO DE 1968.

Luiz Fernando Marcellino dos Santos e Marcio Giudicissi
 
 
 
 
 
 
 
 

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

CASA DOS PAPÉIS-90: NOSSA HISTÓRIA - X (A)



ELEIÇÕES MUNICIPAIS EM 14 DE OUTUBRO DE 1.951
PREFEITO, VICE-PREFEITO  e  VEREADORES
DOURADO
 
 
 


 LUCAS N. GARCEZ, ELIAS MALUF, (?)
 
 
 
 
 
 
             GETULIO VARGAS, (?), e DELMAS PENTEADO MACHADO

Comício no coreto pró Delmas Penteado Machado 
 
 
 
CORREIO D'OESTE-NUM.564-ANO 37-RIB.BONITO, 28 DE OUTUBRO DE 1951 
 
 RESULTADO DAS ELEIÇÕES DE 14 DE OUTUBRO NA COMARCA DE RIB.BONITO
 
 
DOURADO 
 
 Para Prefeito
 
ELIAS MALUF (BABY) - (P.S.P)................................................................................838 VOTOS
DELMAS PENTEADO MACHADO (UDN-PTB).........................................................764 VOTOS
 
 Para Vice-Prefeito

EDMAR MONTEIRO (PSP)........................................................................................845 VOTOS
ALBERTINO DA SILVA THEREZO (UDN-PTB).......................................................737 VOTOS
 
Vereadores - Eleitos
(P.S.P)
ARNALDO ZERAIK (Dr.) - 214 votos
BERNARDO PELAES D'ANGELO - 91 votos
JUVENAL DA SILVA BRAGA - 74 votos
FRANCISCO PINHANELLI NETO - 73 votos
LUIZ FOSCHINI - 57 votos
ANANIAS GONÇALVES DOS SANTOS - 55 votos
 
(UDN-PTB)
FRANCISCO BORJA CARDOSO (Dr.) - 217 votos
JOSÉ INACIO MARTINS C. PENTEADO - 97 votos
BRAS PASQUALE - 74 votos
ISIDORO MUNHOZ - 60 votos
BENEDITO MODESTO DE ABREU - 56 votos
 
SUPLENTES
 
(P.S.P)
GERVASIO TENCA - 53 votos
ANTONIO SILVA CESAR JUNIOR - 50 votos
JOSÉ DE MELO FALCÃO - 40 votos
GUILHERME MURBACH - 36 votos
PLACIDO BRAGA - 30 votos
ANTONIO SPERANZA - 27 votos
GUMERCINDO PALOTA - 11 votos

(UDN-PTB)
JOSÉ COLAGROSSI - 52 votos
LUCAS ANTONIO MARTINS - 39 votos
SYLVIO DE ARRUDA CRUZ - 36 votos
MANOEL MARQUES BRAGUES - 25 votos
RICARDO JOSÉ FERREIRA - 18 votos
JOSÉ ANTONIO - 17 votos
SALVADOR SACCO - 16 votos
ANTENOR FERREIRA DE CARVALHO - 16 votos
MAXIMILIANO UNDICIATTI - 8 votos

O Partido da Representação Popular, apresentou um candidato unicamente, não tendo alcançado votação suficiente. A votação foi:
FRANCISCO ASSIS LOPES - 41 votos
Não fez esse partido nenhum vereador.

ARQUIVO: CASA DOS PAPÉIS